casa-ateliê da vila charlote

ficha técnica
ano 2017
localização presidente prudente, sp
autoria cristiana pasquini
colaboradores jayne moura, leandro mendes
fotografia pedro kok

Localizado em um bairro residencial de Presidente Prudente, o terreno de 10x30m, com orientação leste-oeste estava elevado do solo à 1m de altura.  Manter seu nível foi a nossa diretriz de projeto quanto à topografia, o edifício seria locado nessa cota e o acesso ao mesmo seria por uma rampa. Um recuo frontal generoso foi mantido na cota da rua e possibilitou um percurso em rampa até a porta de acesso.

À frente, um jardim e um banco.  As crianças da escola Estadual que fica defronte poderão descansar e colher jabuticabas no pé. Sim! Uma jabuticabeira foi recentemente plantada no jardim e serve à vizinhança. Certa vez li que “felicidade é comer jabuticaba no pé “: assim será, uma obra feliz.

O prédio:  um Estúdio de Pilates com 200m2 encostado nas duas divisas: dois volumes; um que abriga toda área molhada e técnica e um outro que organiza as funções:  duas salas de estúdio e uma de atendimento. Pátios entre as salas fazem o papel de espaço de transposição entre as salas. A obra se explica: uma sala - um pátio - uma sala - um pátio - uma sala.

Ventilação cruzada e iluminação natural são as funções dos pátios. Com o calor da cidade é primordial como diretriz de projeto levarmos em consideração a qualidade de insolação e ventilação.

A estrutura é metálica. Ao todo 16 pilares apoiam as vigas. A modulação do espaço foi essencial para a racionalização da estrutura. Usando vigas de perfis comerciais que tem 12m de comprimento, as salas e pátios são de 6x6m ou de 4x4m. Não houve sobra nas vigas nem pilares. Uma laje maciça apoia-se nas vigas metálicas. Nenhum revestimento na obra. A poesia está em sermos o que somos, concreto é concreto, metal é metal, tijolo é tijolo.

Os fechamentos principais na fachada frontal (oeste) e dos fundos (leste) são de tijolos. Elementos vazados cuidadosamente assentados em um desenho feito para essa obra. Paredes duplas e vazadas. O sol não incomoda. A ventilação é bem-vinda. Fechamento em vidro na parte interna possibilita, caso seja necessário, vedar o edifício. Como diz a Maristela, proprietária da obra: “com o calor de Prudente eu nem preciso ligar o ar condicionado “.

Uma obra que precisava ser rápida e barata. E foi! Foram 6 meses de construção e a obra custou menos de R$1800,00 por metro quadrado.